No estado do RS, houve o aumento de casos de ferrugem asiática em plantações de soja e a Emater comenta sobre o tratamento dos grãos.

De acordo com atualizações divulgadas que têm como foco o plantio de soja no RS, alguns locais possuem o aumento de ocorrências já para esta safra. De acordo com o Consórcio Antiferrugem, localidades como Cruz Alta possui dois focos, já Ijuí, Roque Gonzales, Bossoroca, Tuparendi, Santo Augusto, Lagoa Vermelha, Sananduva, Júlio de Castilhos e Victor Graeff, registraram uma ocorrência em cada município.

O problema ainda se estende, uma vez que algumas lavouras da oleaginosa no Oeste de Santa Catarina e Paraná também apresentaram muitos casos de ferrugem asiática. Para que não tenha problemas futuros, alguns produtores já estão agindo de forma antecipada, e fazendo aplicações preventivas de produtos. Segundo a Emater, na região de Ijuí a primeira fase da aplicação já está praticamente concluída. Os produtos utilizados são os mesmos que já estão presentes no mercado, o que muda é a necessidade dos produtores em verificar a eficácia do tratamento, já que algumas vezes os tratamentos podem perder o efeito não por conta do produto, e sim por falta de conhecimento no manejo.

COMPARTILHAR
Estudante de Publicidade e Propaganda, pronta para novos desafios e buscando trazer sempre o melhor conteúdo para os leitores.