Em conversa que teve com jornalistas nesta quarta (20), no Instituto Lula, o ex-presidente afirmou sobre Bolsonaro: “Ele vai até onde o povo quiser que ele vá”, conforme publicado na coluna da Monica Bergamo (Folhapress).

“O Bolsonaro vai até onde o povo quiser que ele vá. Eu sinceramente não vejo como você fazer uma campanha destilando ódio. A urna é um lugar de depositar esperança. Na urna você não deposita ódio. Então eu tenho que fazer uma campanha vendendo coisas que eu acredito serem possíveis fazer para melhorar a vida do povo brasileiro.”

“A política foi demonizada. Não é de graça que se demonizou a política. A demonização da política tem interesses políticos. Quanto menos a sociedade acreditar na política, quanto mais ódio tiver, mais fascista será a sociedade.”

“Esse Congresso atual é a cara do povo em 2014. O povo foi votar permeado pelo ódio.”

“Tem muita gente que vai na Paulista fazer protesto mas não tem coragem de dizer em quem votou. Tem vergonha.”

Você concorda com o ex-presidente? Acha que Lula será preso ou que será realmente candidato a presidente em 2018, correndo o risco de ser eleito?

COMPARTILHAR
Contrate Miguel Daoud para seu evento. Palestrante de política e economia com especialização em agronegócio. Formado pela Escola Superior de Administração de Negócios pela Universidade Católica de São Paulo - PUC. Apresentador e comentarista com experiência televisiva em emissoras como Canal Rural, Rede Globo e Globo News. Saiba mais em http://migueldaoud.com.br.