Nos primeiros dias do mês de novembro, o plantio da soja no Uruguai aparecia com uma alta qualidade na primeira etapa, porém a etapa seguinte, ou segunda etapa, está no momento bastante condicionado. As informações sobre a analise desse mercado foram recolhidas por especialistas consultado pelo site TodoElCampo.

Em países como Uruguai e Argentina, o plantio de segunda etapa é caracterizado por vir após a colheita do trigo. Pedro Sorhouee, engenheiro agrônomo do Departamento Agronômico da Cooperativa Agrária San Pedro (CASSPE), destaca que a safra de inverno no país vem de forma a decepcionar alguns produtores, já que do total plantado, poucas áreas pudem ser salvas.

Os rendimentos e diversidades no cultivo do verão, pode ter relação com a data que o plantio foi realizado, e também como foi realizado. No momento, o que acontece são produtores insatisfeitos com volumes insuficientes de chuvas para dar continuidade ao plantio. Acredita-se que não é possível afirmar muitos detalhes quanto ao futuro da oleaginosa, pois tudo irá depender do cenário climático e das chuvas até o final do mês. Para a primeira safra, o plantio já foi concluído, mas na visão de André Contarore, diretor da Cuatro Hojas, o futuro e os avanços da segunda etapada ainda são dependentes do fator clima.

COMPARTILHAR

Estudante de Publicidade e Propaganda, pronta para novos desafios e buscando trazer sempre o melhor conteúdo para os leitores.