A colheita da safra de inverno já começou no Uruguai, e trouxe consigo resultados nem tão satisfatórios, já que neste período nem os rendimentos e nem a qualidade veio como esperado. Para Álvaro Núñez, que é gerente técnico da União Rural de Flores (URF), a colheita atual pode ser caracterizada como “ruim”, mesmo em algumas áreas a situação não ser tão generalizada.

Álvaro disse ao TodoElCampo, que o cenário não é dos melhores na zona central do país, área essa que estão localizados produtores que trabalham com a URF. Ainda na opinião do gerente, o que determinou a situação foi o clima, que em nenhum momento durante o cultivo se mostrou favorável, oscilando entre excessos de chuvas e dias de altas temperaturas e também luminosidade precária. No caso do trigo, ele começou a ser colhido após a colheita de soja e durante este período esteve exposto a diversas situações negativas,  o que apresentou resultados negativos na qualidade.

Sobre os cultivos de verão, uma boa parte da primeira etapa da soja já foi realizada com bom estado, porém a segunda etapa apresenta atrasos devido falta de chuva nas últimas semanas. Em relação a primeira etapa, a área destinada corresponde a 70%, enquanto a segunda etapa corresponde aos 30% restantes.

COMPARTILHAR

Estudante de Publicidade e Propaganda, pronta para novos desafios e buscando trazer sempre o melhor conteúdo para os leitores.