A manhã desta quinta-feira, 7, não foi de resultados positivos os negócios da Bolsa de Nova York (ICE Futures US). Isso porque o contratos futuros referentes ao café tipo arábica novamente operaram com baixas, fazendo assim com que perdas de sessões anteriores fossem estendidas e as máximas da semana passada cada vez mais distantes. O mercado ainda está em ajustes técnicos ante uma valorização notada na semana passada e o clima no cinturão produtivo do Brasil ainda é motivo de atenção dos operadores.

No dia de hoje, com o horário de Brasília em torno das 09h00 da manhã, as negociações dos contratos puderam ser vistas da seguinte maneira: dezembro/17 estava cotado a 124,85 cents/lb – fechamento da sessão anterior, o março/18 caía 20 pontos, a 125,90 cents/lb. Para Maio e Julho, os contratos eram: maio/18 operava com recuo de 20 pontos e estava sendo negociado a 128,05 cents/lb e o julho/18 tinha desvalorização de 30 pontos, cotado a 130,25 cents/lb, respectivamente.

Em relação a ICE, as últimas sessões de negociações do café arábica mostraram forte alta e apresentaram dúvida sobre o abastecimento, e os valores se aproximaram do patamar US$ 1,30 por libra-peso. Porém tais movimentações não garantiram muita coisa, já que o mercado está sem forças e apresentando ajustes técnicos.

Já no Brasil, também por volta das 09h00, as negociações para o grão tipo 6 duro estavam em: R$ 455,00 a saca de 60 kg em Espírito Santo do Pinhal (SP) – estável; Guaxupé (MG) os preços também seguiam estáveis a R$ 447,00 a saca; Poços de Caldas (MG) estavam sendo cotados a R$ 447,00 a saca.

As informações apontam para um mercado interno com negociações mais lentas nesses primeiros dias do mês de dezembro.

COMPARTILHAR

Estudante de Publicidade e Propaganda, pronta para novos desafios e buscando trazer sempre o melhor conteúdo para os leitores.